Quem prefere viajar individualmente ou em pequenos grupos, pode se hospedar nas pousadas/hospedarias comunitárias. A acomodação é em rede.

Todas as refeições são servidas nas comunidades.

Se for de seu interesse, pode ser acompanhados por um anfitrião.

Em cada comunidade, os visitantes são recebidos por comunitários.

A programação das viagens, que altera dependendo da época do ano e da duração do roteiro, inclui encontro com as comunidades, visitas a projetos de desenvolvimento local, caminhadas na floresta, tempo livre nas praias e outras atividades eventuais (verifique a programação detalhada de seu roteiro).

Dependendo da disponibilidade, podem ser organizadas em qualquer data e com até 20 participantes.

Veja aqui nossos roteiros individuais com hospedagem em pousadas comunitárias

Para solicitar um orçamento personalizado preencha este formulário

OPÇÕES DE TRANSPORTE

Para chegar nas comunidades existem diferentes opções de transporte: barco de linha, barco/bajara fretado(a), lancha rápida fretada.

BARCOS DE LINHA de Santarém para Anã ou Atodi

São barcos regionais de madeira, com motor diesel, equipados com banheiros, com capacidade que varia entre 20 e 60 passageiros. Os passageiros ficam sentados em bancos de madeira ou se acomodam em rede. Cada barco faz linha em uma rota regular entre Santarém e uma comunidade do interior, com paradas intermediárias, com dia e horário fixo de saída. Em geral viajam muito lotado, carregando pessoas e mercadorias.

No período de seca os barcos não conseguem encostar próximos as comunidades e frequentemente para o desembarque é necessário uma canoa ou um barco menor.

São o meio de transporte mais barato, ideal para quem viaja sozinho.

Tempo de navegação indicativo: Santarém – Anã 04 horas, Santarém – Atodi 06 horas.

Preço atualizado em janeiro de 2016: Santarém – Anã R$ 25,00, Santarém – Atodi R$ 30,00.

BARCOS/BAJARAS FRETADOS(AS)

É possível fretar barcos regionais de diferentes tamanhos de Santarém ou Alter do Chão para as comunidades. A vantagem desta opção é que você pode escolher dia, horário, local de saída de sua viagem. Se for um barco maior, oferece mais conforto e em caso de chuva, temporal e vento, mais segurança em relação as lanchas rápidas e as bajaras (pequenos barcos comunitários). O frete de barcos maiores é bastante caro e só se torna interessante para grupos maiores. As bajaras são baratas, mas transportam um número limitado de passageiros.

Aconselhamos o uso de bajaras só para travessia de Alter do Chão até a comunidade de Maripá, que é um trecho bem curto, que pode ser percorrido rapidamente, sem grande riscos de ser surpreendido por temporais (05 passageiros por R$ 80,00). De Maripa é possível chegar em Anã a pé (02 horas de caminhada na mata) ou contratando uma carona de moto.

LANCHAS RÁPIDAS

É possível também fretar pequenas lanchas rápidas saindo de Santarém ou Alter do Chão. São lanchas de alumínio ou fibra, com motor de popa a gasolina, com cobertura parcial ou integral, com diferentes capacidades de passageiros (entre 06 e 20). Não tem banheiros. Geralmente são conduzidas por uma única pessoa. A principal vantagem oferecidas pelas lanchas é a rapidez. Elas oferecem também a possibilidade de escolher local dia e horário da viagem. A desvantagem da lancha é o menor espaço para bagagem e o risco de balançar e se molhar bastante em dia de vento.